sexta-feira, 28 de abril de 2017

ATIVIDADES DE REVISÃO - BIOPROVA 2 - TURMAS 301 - 302 - 303


Resultado de imagem para RESPOSTAS
GABARITO DOS REINOS PROTOCTISTA E FUNGOS

REINO PROTOCTISTA  - p. 15...

30. polifilético, pq não apresenta um único ancestral comum.
31. E
32.a) Protozoários de água doce possuem citoplasma hipotônico em relação à água do mar, sendo que, nesse caso, a célula 
(protozoário) murcharia em função da maior saída de água para o meio externo (água do mar).
b) Trata-se de um mecanismo de osmorregulação, com
transporte passivo e seletivo, denominado osmose, no qual apenas o solvente (água) se difunde pela membrana celular.
33.  flagelos = tripamossoma, cilios = paramécio , pseudópodes - ameba
34. C
35. E
36. A

37. a)  Causador = Trypanossoma cruzi e A transmissão acontece pelas fezes do "barbeiro" depositadas sobre a pele da pessoa, enquanto o inseto suga o sangue. A picada provoca coceira, facilitando a entrada do tripanossomo no organismo,

b) durante a extração do caldo de cana, pode ocorrer a truturação de barbeiros infectados ou cana com as fezes de barbeiros que tenham os protozoários.
Para evitar a contaminação deve-se lavar a cana.

38. a)  reprodução sexuada ocorre no estômago do mosquito (Anopheles), e a assexuada, nas células do fígado e nas hemácias de mamíferos.
b) Um mosquito suga um mamífero e ingere as hemácias contendo a forma infectante do plasmódio; após a reprodução desse plasmódio no corpo do mosquito, aquele é transmitido para outro mamífero durante a picada, por meio da saliva do mosquito, acarretando sua infestação. 
c) Em muitas relações hospedeiro-parasita, as espécies estão bem adaptadas umas às outras, de modo que isso não causa prejuízos grandes ao hospedeiro. Dado o grau de dependência das duas espécies, qualquer prejuízo acentuado ao hospedeiro e decorrente da relação afetaria o parasita. Assim, ao longo do tempo, ocorre uma adaptação do parasita ao hospedeiro e vice-versa, fenômeno conhecido como coadaptação.

39. A Giardíase é uma infecção causada pelo protozoário Giárdia lamblia, que pode se apresentar tanto na forma de cisto quanto na forma de trofozoíto.

Sintomas  Esta infecção pode ocorrer tanto em adultos quanto em crianças, podendo, na maior parte das vezes, apresentar-se de forma assintomática. Quando apresenta sintomas, estes geralmente são diarréia e dor na região abdominal.

Prevenção O melhor meio de se evitar esta infecção é a adoção de medidas preventivas como a ingestão somente de água filtrada, saneamento básico, lavar bem as mãos após utilizar o banheiro, lavar em água corrente e higienizar frutas, legumes e verduras. 

40. ver folha do carderno sobre algas
41. D
42. soma  1 +2 = 03
43. B
44. Eutrofização consiste na proliferação excessiva de algas  a partir da existência de compostos orgânicos  e ou ricos de nitrogênio e fósfora, oriundo principalmente de esgoto lançados na água provocando a morte de animais e outros seres desse ambiente. Para evitar deve-se construir rede de esgotos.


REINO FUNGOS p. 22......
1. atuam na reciclagem de matéria orgânica, possibilitando que esses nutrientes retornem para o ambiente.

2.bactérias = procariontes reino monera
fungos eucariontes, parede celular de quitina, heterótrofos, aclorofilados
protozoários  = reino protoctista, eucariontes unicelulares, heterótrofos e aclorofilados
algas = reino protoctista, eucariontes unicelulares e pluri, autótrofos e clorfilados

3.E
4.D
5. D
6. C
7. a) basidiocarpo 
b) corpo de frutificação, ou seja, conjunto de hifas com função reprodutiva.

8. B
9. as carac. citadas podem ser atribuídas aos fungos. Eles não podem ser a base da cadeia alimentar pq não são organismos produtores.
b) decompositores

10. F V V F

11. nas árvores da região mais arborizada, pois tem menor taxa de poluição.

12. C
13. B
14. E
15. soma : 1 + 8+ 16 = 25

Estudem galerinha!!
BIObjs - profe BIOlú

Imagem relacionada 

ATIVIDADES DE REVISÃO - BIOPROVA 2 - TURMAS 201 - 202 - 203


Resultado de imagem para RESPOSTAS
GABARITO DAS QUESTÕES DO CAP 10 - VOL.1

FILO PORÍFEROS - p. 24....
1. complete......
poros
tecidos
sésseis - filtração
aneuromiários
marinha
áscon - sícon - lêucon
assexuada - gemulação
sexuada - interna
indireto - anfiblástula

2. D
3. A gemulação ou gemiparidade é um processo de reprodução no qual ocorre a formação, no progenitor, de gemas ou gomos, que, ao separarem-se do progenitor, desenvolvem-se dando origem a novos indivíduos.

Brotamento: formam-se, no corpo de indivíduos adultos, brotos (a partir de amebócitos) que depois se desprendem e dão origem a novos indivíduos. 


4. COANÓCITO - a movimentação dos flagelos dessas células possibilitam o animal filtrar o alimento presente na água - digestaõ intracelular.

5. amebócitos são células totipotentes (cel - tronco), capazes de se diferenciar nos vários tipos celulares dos poréferos - regeneração do corpo.

6. A

7. a) espículas
b) são estruturas calcárias ou de sílica - sustentar as diferentes células das esponjas.

FILO CNIDÁRIOS p.26.....
8. complete....
marinhos
celenterados
diblásticos
incompleto
protostômio
acelomados
radial
cnidócito ou cnidoblasto
fixa e medusas
assexuada e sexuada
plânula

9. A

10. METAGÊNESE -  A metagênese ou alternância de gerações é uma forma de reprodução encontrada em todas as plantas e nos celenterados/cnidários. Nesses organismos ocorre uma reprodução por via assexuada - estrobilização  dos pólipos (não ocorre troca de gametas) e uma fase sexuada nas medusas (ocorre troca de gametas). 

11. D

12.  soma 1 + 16 = 17

13. B

14. B

15. D

FILO PLATELMINTOS - p. 28.....

16.  complete.......
achatatos - parasitas
triblásticos
incompleto - protostômios
acelomados
bilateral
difusão e osmose
ausentes
célula-flama - amônia
direto


17.na região superior, há um acúmulo de tecidos nervosos, que formam gânglios cerebrais, sugerindo inicio de cefalização - desses gânglios cerebrais partem gânglios  nervosos laterais.

18. através de difusão - de célula para célula.

19. a) células receptoras do ambiente - identificando partículas químicas da água.
b) na região da cabeça - são estruturas sensoriais fotoreceptoras que ajudam na localização por percepção, mas não  imagens.

20. C
21. B
22. D
23.a) esquistossomose
b) presença ou não de caramujos - gênero Biomphalaria, pq são hospedeiros intermediários do verme da esquistossomose

24. E
25. a) T. solium
b) T. saginata
c) cisticercose - ingestão de ovos da T. solium presentes na água ou alimento ( ingestão de carne com cisticerco  - causa teníases.

26. soma  1+8 = 9
27. B


FILO NEMATÓDEOS - p. 31.....

28. complete.....
cilindricos
pseudocelomados
bilateral
pseudocelomático
tubos em H
amônia
dioicos

29. A
30. D
31. verme se aloja no intestino delgado, perfura a mucosa intestinal, provoca hemorragia, causando anemia, causando a palidez na pessoa.

32. a única é a FILARIOSE -transmitida pela picada do mosquito Culex- injetam microfilárias, que atingem os vasos sanguíneos e em seguida os vasos linfáticos  provocam inchaço/edemas  dos membros.

33. a) erro - lombrigas não são iguais a solitárias - lombrigas são Ascaris - nematódeos e solitárias são Taenia - platelmintos

b) solitárias vivem no intestino delgado, absorvendo os nutrientes digeridos do hospedeiro, com isso a pessoa poderá ficar desnutrida (emagrecimento)

34. V = 0-0  e 2-2 e 4-4 as outras são F

35. B
36.
a) As lombrigas são nematelmintos, enquanto as tênias, platelmintos. Os nematelmintos são mais parecidos com os seres humanos porque têm tubo digestório completo e digestão extracelular. Os platelmintos não têm tubo digestório, são parasitas que absorvem diretamente os alimentos digeridos pelo hospedeiro. 

b) A distribuição do alimento da tênia é feita por difusão, pois esses animais não possuem sistema circulatório ou cavidade corporal. A lombriga também não possui sistema circulatório, mas possui pseudoceloma. A distribuição do alimento é feita pelo líquido desse. 

37. A

ESTUDEM GALERINHA!!
Resultado de imagem para ESTUDEM

VALEU!!
BIObjs - PROFE LÚ

segunda-feira, 24 de abril de 2017

liquens - associação de algas com fungos

Os liquens mais encontrados na nosso região são do gênero Parmelia.

Resultado de imagem para liquens do genero  parmelia


Os liquens são associações simbióticas de mutualismo entre fungos e algas. 

Os fungos que formam liquens são, em sua grande maioria, ascomicetos (98%), sendo o restante, basidiomicetos. 
As algas envolvidas nesta associação são as clorofíceas e cianobactérias.

Os fungos desta associação recebem o nome de micobionte e a alga, fotobionte, pois é o organismo fotossintetizante da associação.

A natureza dupla do liquen é facilmente demonstrada através do cultivo separado de seus componentes. Na associação, os fungos tomam formas diferentes daquelas que tinha quando isolados, grande parte do corpo do liquen é formado pelo fungo.

BIOregistros da profe:




Os líquens possuem ampla distribuição e habitam as mais diferentes regiões. Normalmente os liquens são organismos pioneiros em um local, pois sobrevivem em locais de grande estresse ecológico. Podem viver em locais como superfícies de rochas, folhas, no solo, nos troncos de árvores, picos alpinos, etc. Existem liquens que são substratos para outros liquens.

IMPORTÂNCIA DOS LIQUENS


Os liquens produzem ácidos que degradam rochas e ajudam na formação do solo, tornando-se organismos pioneiros em diversos ambientes. Esses ácidos também possuem ação citotóxica e antibiótica.


Quando a associação é com uma cianobactéria, os liquens são fixadores de nitrogênio, sendo importantes fontes de nitrogênio para o solo.

Os liquens são extremamente sensíveis à poluição, sobrevivendo de bioindicadores de poluição, podendo indicar a qualidade do ar e até quantidade de metais pesados em áreas industriais.

Algumas espécies são comestíveis, servindo de alimento para muitos animais.

VALEU!!
BIObjs - profe Lú